Identificação de um gene que está relacionado com a agressividade do Cancro da Mama

Investigadores da Universidade de Michigan encontraram um gene que quando sofre alguma alteração pode suprimir o crescimento do cancro da mama (presente em cerca de 20%); este gene - FOXP 3 - está localizado no Cromossoma X.

Os investigadores pensam que este gene (FOXP 3) - pode ser um supressor da proteina que marca a agressividade do tumor - HER-2; assim quando o gene é normal os níveis de HER-2 são baixos e o tumor tem menor agressividade, enquanto que gene com alterações conduz a níveis altos de HER 2 com consequente maior agressividade do tumor.

Em conclusão, os cientistas afirmam que alterações do gene FOXP3 promovem desenvolvimento do cancro, mas não é possível dizer se esta alteração genética coloca a mulher em risco de desenvolver cancro, tal como a presença dos genes BRCA1 e BRCA já está demonstrada.